Página Inicial  | Biografia  |  Fotos  |  Arquivo de Notícias  |  Pronunciamentos  |  Contato  |  Links  |  Youtube

   
            
   
 
19/05/2017
Paraná Pesquisas: 88% dos brasileiros querem renúncia de Temer Paraná Pesquisas: 88% dos brasileiros querem renúncia de Temer

Resultado de imagem para Paraná Pesquisas: 88% dos brasileiros querem renúncia de Temer

Brasil 247 -
Pesquisa realizada pelo Instituto Paraná Pesquisas mostra que a esmagadora maioria dos brasileiros quer a renúncia de Michel Temer.

Segundo o levantamento, feito pela internet nesta quinta-feira 18 com cerca de 2.800 pessoas, 87% dos brasileiros querem a saída do peemedebista. A pesquisa tem margem de erro de 2%, segundo o instituto.

Ainda de acordo com a pesquisa, 88% defendem a saída de Temer seja por renúncia, impeachment ou determinação do Supremo Tribunal Federal.

Somente 8% defendem a continuidade de Temer no poder e cerca de 5% não souberam opinar. 

Em pronunciamento na tarde desta quinta, Temer se recusou a renunciar. "Não renunciarei. Repito, não renunciarei", ressaltou.


>Golpe congelou mercado de trabalho no Brasil

Resultado de imagem para Golpe congelou mercado de trabalho no Brasil

Brasil 247 - O número de brasileiros que procuram trabalho há mais de dois anos voltou a subir em 2017, chegando a 2,9 milhões, ou 20,4% dos 14,2 milhões de desempregados do país.

Em termos absolutos, o número é o mais alto da série história da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), com início em 2012.

As informações são de reportagem da Folha de S.Paulo.

"Há um ano, esse porcentual era de 18,2% e, no último trimestre de 2016, de 19,9%.

O número de pessoas procurando uma vaga há mais de um ano mas há menos de dois anos também atingiu o valor mais alto da série, com um contingente de 2,5 milhões de pessoas.

A maior parte dos desempregados está em busca de trabalho há pelo menos um mês e menos de um ano. No primeiro trimestre de 2017, eram 6,9 milhões de pessoas nessa situação.

Desempregados, subocupados (pessoas que trabalham menos de 40 horas por semana mas gostariam de trabalhar mais) e quem faz parte da força de trabalho potencial mas não está empregado somaram 26,5 milhões de pessoas no primeiro trimestre."


>Bolsa mergulha e dólar dispara com o Fico de Temer para não perder o foro privilegiado

Resultado de imagem para >Bolsa mergulha e dólar dispara com o Fico de Temer para não perder o foro privilegiado

Infomoney - O Ibovespa acelerou suas perdas após Michel Temer anunciar em depoimento público que não irá renunciar ao cargo de presidente da República.

Temer iniciou o discurso às 16h11 e encerrou às 16h16 (horário de Brasília). Nesse meio tempo, o Ibovespa mergulhou de 62.288 pontos para 61.600 pontos, acelerando as perdas após ele declarar o compromisso com o Brasil e negar as acusações feitas a ele. "Não renunciarei", enfatizou por duas vezes o presidente.

O dólar também mostrou forte "estresse", com o contrato de dólar futuro saltando de R$ 3,343 para R$ 3,394 (variação de 1,5%) nos mesmos cinco minutos, mantendo uma valorização de 7,75% em relação ao fechamento anterior.

A reação negativa do mercado sinaliza a preocupação com a capacidade de Temer manter a governabilidade após o escândalo que explodiu na noite de quarta-feira (17) com o vazamento da delação feita pelo dono da JBS, Joesley Batista, envolvendo o nome do atual presidente. Para analistas do mercado financeiro, a renúncia de Temer poderia acelerar o processo de restabelecer a governabilidade no País.

As apostas de que Temer poderia renunciar ganharam força após ele mesmo ter dito que a governabilidade estava "insustentável", segundo fontes anônimas revelaram para vários veículos de comunicação. Contudo, assessores próximos de Temer sugeriram que ele desistisse da ideia de renunciar.






 
 
 





 

Inicial  | Biografia  |  Fotos  |  Notícias  |  Discursos  |  Contato  |  Links  |  Youtube